Sobre

A disciplina Teorias Psicanalíticas da Personalidade introduz o aluno ao estudo da psicanálise como uma ciência que atravessa vários campos do conhecimento humano e que, embora concebida inicialmente por Sigmund Freud, passou por transformações e inovações à medida que foi sendo incorporada e praticada por diferentes psicanalistas.

Responsável pela página: Prof. Mohamad A. A. Rahim - Tel: (13) 3234 4954
Líder da disciplina e responsável pelo conteúdo desta página: Paulina Cymrot

Teoria e Clínica Psicanalítica - Freud

Este módulo através dos pressupostos principais em que se apoia a proposta freudiana introduz os alunos nos conhecimentos básicos a respeito da teoria e da metodologia freudiana.

  • Identificar, articular, refletir sobre os conceitos básicos da teoria e da metapsicologia freudiana e articulá-los às experiências emocionais as quais estes se referem.
  • Compreender a amplitude do fenômeno psicológico em sua interdependência com os fenômenos biológico e social, nos distintos contextos.
  • Compreender a proposição freudiana de que a psicologia individual é social.
  • Discriminar e compreender os processos envolvidos na constituição do sujeito em seu desamparo fundamental.
  • Identificar os fatores que facilitam e que dificultam o desenvolvimento psíquico.
  • Refletir sobre a teoria e a metodologia freudiana em relação à promoção, prevenção, intervenção em saúde.
  • Compreender a ética pressuposta pela Psicanálise.
  • Refletir sobre a adesão teórica: Os riscos da aplicação de um campo de conhecimento dotado de sentido e de finalidade próprios, para um outro campo de conhecimento. Riscos: de dogmatismo e de ecletismo.

Material Didático

Quadro sinóptico baseado na bibliografia sugerida em cada aula

Desdobramentos da Psicanálise - Melanie Klein

Este módulo introduz o aluno no estudo da Psicanálise como uma ciência que atravessa vários campos do conhecimento humano, que foi inicialmente concebida por Sigmund Freud e continua com suas descobertas que podem convergir, ampliar, divergir das idéias deste autor.

  • Introduzir o aluno no estudo do conhecimento básico da teoria e da metodologia propostas por Melanie Klein.
  • Identificar e articular os conceitos principais da proposta kleiniana às experiências emocionais às quais esses se referem, e refletir sobre os mesmos.
  • Identificar as convergências e as divergências das propostas freudiana e kleiniana.
  • Compreender as bases epistemológicas da originalidade das idéias de Klein, suas descobertas à partir da análise de crianças e de pacientes considerados psicóticos, o que possibilitou mais pessoas se beneficiarem da psicanálise.
  • Compreender a natureza dos fenômenos psicológico e psicopatológico, visando a compreensão do sofrimento humano, a promoção e a prevenção da saúde.
  • Identificar os processos envolvidos na constituição do psiquismo: processos que favorecem e promovem a saúde, a prevenção e o desenvolvimento psíquico, e processos que dificultam este desenvolvimento, a partir do vértice kleiniano.

Com ênfase no estudo teórico, este módulo visa a apropriação do conhecimento pelo aluno para a sua formação e atuação profissional em distintos contextos: clínica, (diagnóstico, psicoterapia, intervenção e orientação familiar), hospitalar, escolar, forense, organizacional, etc...

Material Didático

Quadro sinóptico baseado na bibliografia sugerida em cada aula

Avanços em Psicanálise - Winnicott

Embora concebida inicialmente por Freud, a Psicanálise passa por transformações e inovações à medida em que é assimilada e praticada por diferentes psicanalistas e pesquisadores.

Este módulo introduz o aluno nos conhecimentos básicos da teoria e da metodologia propostas por Winnicott, pediatra e psicanalista que ampliou o alcance da psicoterapia psicanalítica.

  • Identificar, articular, refletir sobre os conceitos básicos da proposta winnicottiana e articulá-los às experiências emocionais as quais estes se referem.
  • Estudar o fenômeno humano à partir da dimensão temporal para a constituição da subjetividade.
  • Compreender a proposição winnicottiana de que nada no ser humano se constitui no "self ", sem ser na presença de outro ser humano.
  • Compreender a amplitude do fenômeno psicológico em sua interdependência com os fenômenos biológico e social, nos distintos contextos.
  • Discriminar e compreender os processos envolvidos na constituição do ser, da subjetividade, em seu desamparo fundamental.
  • Identificar os fatores que facilitam e que dificultam o desenvolvimento do ser criativo.
  • Refletir sobre a teoria e a metodologia winnicottiana em relação à promoção, prevenção, intervenção em saúde.
  • Compreender a ética vinculada à concepção winnicottiana de constituição da subjetividade e praticada na psicoterapia.
  • Refletir sobre a adesão teórica: Os riscos da aplicação de um campo de conhecimento dotado de sentido e de finalidade próprios, para um outro campo de conhecimento. Riscos: de dogmatismo e de ecletismo.

Material Didático

Quadro sinóptico baseado na bibliografia sugerida em cada aula